quarta-feira, 14 de julho de 2010

Dossiê Copa 2014

Custo total estimado = 33 bilhões de reais (evento que dura 1 mês, temos um gasto de cerca de 1,1 bilhão por dia) mais 5,1 bilhões para estádios e seus entornos. Disso, temos 68% bancados pelo governo federal e 14, 3 bilhões financiados pelo BNDES.

Com os valores citados poderia-se fazer:

- pagar 485 milhões de benefícios do Bolsa Família.
- 1 milhão de casas populares do programa Minha casa, minha vida.

“Vantagens” do evento:

Trará 600 mil turistas internacionais (3,9 bilhões de reais)
31 milhões de turistas nacionais (5,5 bilhões de reais)

Empregos:

332 mil formais (2009-2014)
381 mil informais (2014)

Se não tivermos uma Maracanazzo versão 2.0, o PIB do Brasil pode ser turbinado.

Custo final do evento para a África do Sul = 8,4 bilhões mais 2,7 bilhões com estádios.

Comparação valores das arenas:

Green Point (África do Sul) = 1,1 bilhão de reais, financiamento 100% público.

Allians Arena (Alemanha) = 628 milhões de reais, financiamento 100% privado.

Maracanã ('reforma') = 720 milhões, financiamento 100% público.

Custo geral dos estádios

Brasil 2014 (12 arenas sem SP): previsão de 2007 = 1,9 bilhão. Previsão 2010 = 5,1 bilhões (168% de valorização). E quanto mais atraso, mais o valor “oficial” se valorizará. 464 milhões/arena.

África do Sul 2010 (10 arenas): Previsão de 2004 = 1,9 bilhão. Gasto total 2010 = 2,7 bilhões. Valorização de 42,6%. 271 milhões por arena.

Alemanha 2006 (12 arenas): Previsão 2000 = 2 bilhões. Gasto total 2006: 3,2 bilhões. 60% de valorização

Fonte: Folha de SP. 12/07/10. Caderno especial 1. Copa do Mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.