terça-feira, 3 de agosto de 2010

Coisas que nem o "PIG" divulga

Lembra daquele senhor que deu umas bengaladas em José Dirceu? Pois é, ele morreu em circunstâncias misteriosas em brazilia e foi cremado por la mesmo, para que não houvesse como autopsiar o cadáver...
.
O curitibano Yves Hublet ganhou destaque no Brasil no dia 29 de 2005 ao atacar a bengaladas o então deputado José Dirceu, que estava sendo processado por envolvimento no “mensalão”. Ele era escritor e morreu na segunda-feira (26) na capital federal em circunstâncias estranhas, segundo relato de seu editor e amigo Airo Zamoner, da editora Protexto. Hublet completou 72 anos em abril passado.
.
Segundo o editor, depois do episódio da bengalada, o escritor enfrentou vários problemas no país e mudou-se para a Bélgica, pois tinha dupla cidadania. ”Voltou em maio último para Curitiba a fim de tratar de um livro a ser publicado por minha Editora e para tratar de papéis de um casamento anterior, pois pretendia se casar novamente na Europa”, revela Zamoner. Segundo este, para retornar à Bélgica Yves Hublet foi até Brasília.
.
Ao descer do avião foi preso em Brasília e ficou incomunicável”, segundo o editor. No presídio teria adoecido e foi hospitalizado, sob escolta. “Alegou-se que estava com câncer. Ele teria falado com uma assistente social e passou o telefone de uma ex-namorada de Curitiba de nome Solange. Foi ela quem recebeu telefonema de Brasília comunicando o falecimento do Yves. O corpo dele foi cremado por lá”, informa o editor Zamoner. Yves Hublet escreveu livros infantis como “A Grande Guerra de Dona Baleia” e “Artes Manhas do Mico-leão-dourado”, além de histórias em quadrinhos para a Editora Abril.
.
http://jornale.com.br/zebeto/2010/07/29/a-morte-do-escritor-curitibano-que-atacou-ze-dirceu-a-bengaladas/#comment-104029
.
TODAS as testemunhas ligadas à morte do prefeito Celso Daniel, morreram. Em um "país" com um passado recente autoritário e no mínimo muito estranho.
Há inúmeros exemplos do que a mídia no Brasil não divulga a exemplo de uma nadadora americana contaminada nas águas do rio durante o PAN.
.
http://www.wearecrohns.org/do/articles/1998

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.