quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Governo federal compra parte do banco de Silvio Santos, Panamericano

Banco Central aprova operação de compra do Panamericano pela Caixa

O Banco Central aprovou a operação de compra do Banco Panamericano pelo braço de participações da Caixa Econômica Federal, Caixapar. A manifestação da autoridade monetária era o último passo para finalização da venda.
Segundo o comunicado do banco ao mercado, a transação será finalizada nos próximos dias e seguirá os termos do contrato de compra e venda de ações.
A Caixa Econômica Federal anunciou, em novembro do ano passado, a aquisição de 35,54% do capital do banco Panamericano, de propriedade de Silvio Santos Participações Ltda. A operação foi contabilizada em R$ 739, 2 milhões. De acordo com a Caixa, a venda inclui um acordo de acionistas, pelo qual a Caixapar passa a participar da governança do PanAmericano.
Os executivos dos dois grupos anunciaram hoje que a aprovação do Banco Central vai permitir acelarar as ações conjuntas entre os dois bancos. Segundo o presidente do Grupo Silvio Santos, Sebastião Sandoval, apesar das duas bandeiras atuarem com o mesmo público, a sobreposição de clientes é mínima.
A Caixa acredita que o novo acordo vai contribuir com a previsão do banco de aumentar em 40% a oferta de crédito no mercado neste ano, além de ampliar a bancarização. Com a compra, o Banco Panamericano poderá entrar no segmento de crédito imobiliário, no qual a Caixa lidera. A estimativa é que em cinco anos, as 200 lojas do banco comprado possa garantir uma contribuição de R$ 5 bilhões em financiamento imobiliários.
O banco estatal passará a atuar no segmento de arrendamento mercantil e vai conseguir ampliar a participação no mercado de veículos, no qual o Banco Panamericano tem destaque em financiamento e leasing. A Caixa também poderá usar a rede do Panamericano para oferecer produtos de conta corrente e cheque especial, além de se tornarem correspondentes bancários.
Os dois grupos também querem crescer na área de crédito consignado. A expectativa é que essa operação atinga um adicional de R$ 2 bilhões em cinco anos. Além disso, o novo grupo vai atuar na área de seguros e cartões focados em segmentos específicos.

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/769746-banco-central-aprova-operacao-de-compra-do-panamericano-pela-caixa.shtml

Cadê o maldito PIG quando precisamos dele?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.