quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Escritório de advocacia diz lamentar 'infeliz opinião' de ex-estagiária acusada de *racismo*

O escritório Peixoto e Cury Advogados, de São Paulo, confirmou hoje que a estagiária e estudante de Direito Mayara Petruso não faz mais parte de seu quadro de funcionários.

A assessoria do escritório se nega a dizer quando e o motivo pelo qual a jovem deixou o emprego.
"O Peixoto e Cury Advogados confirma que a estudante de Direito, Mayara Petruso foi sua estagiária, porém, não faz mais parte dos quadros do escritório. Com muito pesar e indignação, lamenta a infeliz opinião pessoal emitida, em rede social, pela mesma, da qual apenas tomou conhecimento pela mídia e que veemente é contrário, deixando, assim, ao crivo das autoridades competentes as providências cabíveis", afirmou, em nota, o escritório.

OAB de Pernambuco quer ação contra mulher que atacou nordestinos no Twitter


Ela é apontada como autora de uma série de comentários racistas no Twitter, feitos logo após as eleições, responsabilizando os nordestinos pela vitória de Dilma Rousseff (PT).
"Nordestino não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado!", teria escrito a estudante no microblog.

A declaração provocou reações dos internautas, que se posicionaram contra e, alguns, a favor. Mais tarde, ela cancelou seu perfil no Twitter, Facebook e Orkut.

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Pernambuco afirmou que irá pedir amanhã ao Ministério Público Federal, em São Paulo, a abertura de uma ação penal contra a estudante.

A estudante ainda não foi encontrada pela reportagem.

Obeservações do blogueiro:

Antropólgos do mundo em polvorósa! Uma nova (nova? Já existiu alguma?) "raça" foi descoberta? A "raça" dos nordestinos????

Esse episódio retrata a situação da juventude brasileira.

Os abastados, têm as facudlades caras pagas pelos pais enquanto bebem, fumam e cheiram no bar ao lado de suas respectivas faculdades.

Ficam o restante do dia do Twitter escrevendo "tédio", "tédio mortal".

Os pobres, estão nas ruas, igualmente usando drogas ou nos bailes funk.

Ou na escola mesmo: http://www.youtube.com/watch?v=v7ocL8VFTt0

"Sem nada para fazer" diz a legenda do vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.