domingo, 28 de agosto de 2011

Me perguntam sobre agnosticismo e sobre metafísica



A pergunta foi a seguinte: 'o que é metafísica, agnosticismo e qual a relação entre os dois'?

Minha resposta inicial (em inglês, feita por uma hispanófola e respondida pelo lusófono que vos escreve), que alongarei por aqui:


Wow! That's a very complicated, sophisticated and deep question! But it's part of one of my favorite fields in philosophy, will be nice explain it. But will be a long answer.

First, it's important to have the right notion of what is agnosticism and what is metaphysics.

Agnosticism is not to think that there is 50% of chance that God exists and 50% that he does not.

Agnosticism is to admit that is not possible for HUMAN KNOWLEDGE to KNOW whether God exists or not. There are no definitive evidences, for one side or the other. We are not able to answer this kind of question and we probably will never be. [As you know, that's my position about God]

Metaphysics is a field of philosophy which deals with matter of EXISTENCE of stuff, special metaphysics (Kant's words) deals with the three main objects of human discussion (existence of a soul, of God and of the world [and it's begining]).

If you want to read an excelent critique of metaphysics, look for the text "The Elimination of Metaphysics Through Logical Analysis of Language" wrote by the philosopher Rudolf Carnap. It's short, clear and easy to find.   
Then, an agnostic is someone that probably REJECTS the possibility of metaphysical knowledge, we are not capable of answer if God exists, if we have an imorta l soul or to give a defitive answer about the begining of the world.

Quanto ao agnosticismo, é comum a confusão a que me refiro, o própria Richard Dawkins dá a entender em seu Deus, um delírio que agnóstico é aquele sujeito que pensa existirem chances iguais (50 x 50) para a existência de Deus.

NÃO é o caso. Agnóstico, como a própria etimologia sugere, é aquele que considera impossível conhecer a resposta da pergunta "Deus existe?". A questão é simplesmente insolúvel, não sabemos e nunca saberemos. A questão é demasiadamente difícil, nossas capacidades cognitivas são limitadas.

O termo foi cunhado pelo naturalista britânico, contemporâneo de Darwin, Thomas Henry Huxley.

O agnóstico, muito provavelmente, é agnóstico quanto a todos os grandes problemas da metafísica: alma, Deus e mundo.


Teria MUITO mais a dizer, mas estou com preguiça. =D


Bibliografia sugerida:

LOUX. Metaphysics.
SPONVILLE. Apresentação à Filosofia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.