sábado, 10 de setembro de 2011

Sobre os homens (para uso das mulheres)


Atenção mulheres, algumas dicas valiosas para vocês.

O texto se dividirá em FATOS e em VALORES. Se você for uma militante feminista leia primeiro a parte "valores" e depois a "fatos".

FATOS

Mulheres pensam, numa proporção muito maior que os homens, que nós homens estamos à procura da mãe dos nossos filhos 24 horas por dia, a cada relacionamento e não simplesmente um relacionamento efêmero e fugaz.

Isso pode parecer estranho, pois boa parte das mulheres já devem saber das coisas que vou dizer, mas acreditem caros e caras, muitas ainda pensam assim!

Caras mulheres, percebam:

1-) Se um caboclo "chega chegando", perguntando "quanto é?" sem o menor pudor, sem maiores delongas, etc, etc, ative sua barreira psicológica: ele só quer fazer sexo com você, não crie expectativas ou esperanças.

[Colocado dessa forma pode parecer meio óbvio, mas nem sempre é exatamente assim, este seria o "oito" e seus adjacentes e não o "oitenta"].

2-) Agora, se o gentleman (eles ainda existem!) precisa de quase uma FENOMENOLOGIA DO ESPÍRITO inteira só pra dizer que você é simpática***, ele MUITO, mas MUITO provavelmente almeja algo sério com você, ele (ao menos a priori) imagina você como mãe dos filhos dele, como companheira para o resto da vida, dividindo os remédios pra pressão arterial e para colesterol com você aos 80 anos de idade, etc, etc. Toda uma situação especial está sendo construída. ;)


Atenção: nada impede que um homem flutue entre as duas posições, o que vai dizer quais são as intenções dele com VOCÊ serão as atitudes dele perante você!

[Lembrando que isso não são REGRAS, não é matemática, são lugares-comuns com linhas divisórias tênues].


VALORES

Eu, enquanto sujeito, considero moralmente reprovável a atitude descrita em 1, ao menos quando uma das partes não está consciente disso.

[Da mesma forma que considero o carnivorismo moralmente execrável e ainda não consegui me ver livre dele]

Na parte fatos, como o próprio nome diz, eu tratei de fatos, sejam eles agradáveis, legais, moralmente louváveis ou não. O mundo é assim, negar que seja assim não resolve nada.



*** Qualquer semelhança com o modus operandi do vosso blogueiro NÃO é por acaso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.