domingo, 8 de janeiro de 2012

Amigos libertarians, não se empolguem com a candidatura de Ron Paul

Por André

Ron Paul, possível candidato à Casa Branca. Economia nota dez, política externa nota zero.

Ron Paul, do partido republicano, é um dos possíveis candidatos a substituir Barack Obama na Casa Branca.

Tenho visto muitos amigos liberais empolgados com a candidatura de Paul - e não estão de todo errados - pois, de fato, sua política econômica é interessante, inclui redução de impostos, diminuição do poder do Estado etc. 

O grande porém, desconhecido ou não encarado pelos meus colegas libertarians é que, junto com essa excelente política econômica, vem embutido uma série de outras medidas, a mais gritante e perigosa, no meu entender, é a POLÍTICA EXTERNA de Ron Paul, um verdadeiro ultraje.

Ron Paul é o candidato dos sonhos do bloco russo-chinês, é o que eles precisam para definitivamente colocar todas as poucas garras que ainda estão guardadas e tomar conta do mundo. Paul quer que todas as tropas americanas, espalhadas por toda a Via Láctea, batam em retirada; não está preocupado com a produção de armas nucleares por parte do Irã, entre outras aberrações. A política externa de Ron Paul, em suma, prescreve aos americanos que estendam o bumbum para fora e ajeitem-o para que o resto do mundo o chute.

Será que alguma americano deve aceitar um absurdo desses em troca apenas de uma política econômica nos trilhos?

Eu penso que não, não podemos nos iludir pelo atual discurso brasileiro e achar que todo o bem-estar de uma sociedade se resume a seu sucesso econômico, a economia não é um reino distindo da realidade onde tudo pode acontecer separadamente da verdade efetiva das coisas.

Abram os olhos com Ron Paul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.