sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Bocejo pessimista VII - A arte de estudar

Por André,



Estudar não é como ver televisão, não é só ligar um botão, sentar ou deitar e receber tudo.

Quem nunca estudou direito pode não saber ou talvez não saiba, mas estudar requer um certo "ritual". O problema é tentar fazer com que pessoas que nunca estudaram mas se julgam sábias entendam isso.

Já conheci gente que alegava conseguir estudar na (!!) praça de alimentação de um shopping e no (!!!) saguão de entrada da faculdade. Das duas uma: ou eu sou um ser extraterrestre, ou há uma incompatibilidade entre nossas definições de "estudar".

Os três Ss são, no meu entender, fundamentais: Sentado (em pé é demasiado cansativo e desconfortável, deitado você corre o risoc de pegar no sono e fica difícil fazer um grifo ou uma nota), sozinho (quer a companhia seja boa quer seja ruim, o estudo fica em segundo plano, não funciona) e silêncio (seres superiores já conseguem estudar ao som de música, ainda não domino esta arte).

Mas como eu disse, o que mais me desaponta é a incompreensão dos ignorantes. Estudar não é uma tividade mecânica, não é sentar, ligar o botão por 50 minutos e achar que você estudou por 50 minutos e que está tudo acabado, estudar envolve etapas (a leitura, a reflexão, as notas, os grifos etc. etc.) e várias faculdades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.