segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Bra-zil-zil-zil: penas poderão ser reduzidas com a leitura de livros!

Do blog do Lauro Jardim,

Fernandinho Beira-Mar e seus colegas hospedados nas penitenciárias federais de segurança máxima terão agora um atrativo no cárcere. O governo comprou 816 livros para as bibliotecas de Catanduvas (PR), Campo Grande (MS), Porto Velho (RO) e Mossoró (RN). 

É parte do programa de redução de penas por meio da leitura. O preso pode abater três dias de sua pena a cada livro que ler e sobre ele escrever uma resenha. 

Entre os livros selecionados — além de best-sellers como Amanhecer, Eclipse, Lua Nova e Crepúsculo — estão Honoráveis Bandidos, que desce a borduna em José Sarney da primeira à última página, e a hagiografia A História de Lula, o Filho do Brasil, de Denise Paraná. 

Se Beira-Mar ler e resenhar todos, descontará seis anos e oito meses de sua pena acumulada de 120 anos.


Enquanto isso, livros didáticos são queimados em escola municipal:

Livros didáticos são queimados em pátio de escola municipal

.
http://eptv.globo.com/noticias/NOT,3,52,386914,Livros+didaticos+sao+queimados+em+patio+de+escola+municipal+em+Analandia.aspx


ALGUÉM DEVOLVA ESSA BAGAÇA DE PAÍS PARA A METRÓPOLE ORIGINAL, COM CARAVELA E TUDO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.