quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Programa interessante da Bandeirantes: "O mundo segundo os brasileiros"

Por André,

Destaco dois episódios desta excelente série de programas:

O primeiro tratando da Alemanha, mais especificamente Berlim, para quem quiser ter o gostinho do mundo civilizado:



O segundo, embora também ofereça um gostinho do mundi civilizado, não é esse meu destaque, mas sim o relato de uma brasileira, residente em Israel, relatando como ela identifica os turistas brasileiros (este episódio está dividido em 6 partes no Youtube, como relato isso de memória, não sei em qual das partes essa fala se encontra, mas vale a pena ver todo o documento). A moça diz que os visitantes brasileiros são reconhecidos pelo excesso de "zelo" (i.e., medo de perder os pertences) com suas bolsas, mochilas e jóias.

A brasileira conta que, as mulheres podem andar com suas bolsas abertas e com jóias caríssimas nos pulsos, mãos e pescoços, pois a violência urbana no país é praticamente zero. Os demasiadamente neuróticos com os pertencer normalmente são os brasileiros, acostumados às rotinas carioca ou paulistana ou dos grandes, médios e alguns pequenos centros.

Isso me fez lembrar que o crime contra nós, cidadãos comuns, pagadores de impostos, que arriscamos nossas vidas diariamente, vai além dos 50.000 homicídios oficiais por ano, dos pequenos assaltos, dos vidros quebrados e tudo mais, pois o estado de GUERRA não se constitui apenas do confronto armado aberto (a Guerra 'Fria' está aí para me dar razão). O mero CLIMA BELIGERANTE já constitui a GUERRA my buddies (só para citar um fonte, Benjamim Constant assevera o mesmo no seu clássico Da liberdade dos antigos comparada à dos modernos), então, não hesite em dizer que vivemos em plena guerra, não só em termos de números estamos pior que o Afeganistão, em termos de CLIMA, espírito etc., também.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.