segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

O legado, erros e acertos de M. Thatcher

Por Bruno Barschagen,



João Pereira Coutinho escreve sobre o filme A Dama de Ferro, a propósito do Oscar de Melhor Atriz concedido à atriz Meryl Streep pela atuação como Margaret Thatcher:

Thatcher nunca participou na fantasia: a estatização da economia britânica não conduzira apenas o país à triste estagnação em que ele se encontrava na década de 1970. Seguindo o raciocínio do economista austríaco Friedrich Hayek, uma das suas referências intelectuais, o crescimento incontrolado do Estado era uma ameaça à própria liberdade individual. Thatcher empenhou-se, como nenhum outro político britânico depois da Segunda Guerra, em reverter esse crescimento.
Murray Rothbard aponta os erros e acertos do governo da ex-Primeira Ministra britânica:
Margaret Thatcher ascendeu estrondosamente ao posto de primeira-ministra da Grã-Bretanha em 1979 com a promessa de desestatizar a economia, implementar um livre mercado, acabar com os déficits e com a inflação monetária. Suas realizações, no entanto, são outra história, e possuem pontos positivos e negativos.
E na Reason TV, John Blundell, biógrafo de Thatcher, elogia o filme.

Vídeos recomendados:

- Documentary (BBC): Margaret Thatcher - Downing Street Years - Episode 1.
- Documentary (BBC): Margaret Thatcher - Downing Street Years - Episode 2.
Documentary (BBC): Margaret Thatcher - Downing Street Years - Episode 3.
Documentary (BBC): Margaret Thatcher - Downing Street Years - Episode 4.
Margaret Thatcher - Long Walk to Finchley (BBC).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.