terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Para os ingênuos que ainda precisavam se convencer da máxima "Brasil, um país de TOLOS".

Por André, 
Um 8.9 vale mais que 1,3 trilhões de reais e 50.000 vidas.
'Engraçado'. Por causa do possível roubo nas notas da apuração houve ataque, revolta, manifestação. O governo rouba 45% da nossa renda todos os anos. O país mata 50.000 por ano e consegue ser o mais violento do Universo sem ter conflitos raciais, religiosos, geográficos e/ou geopolíticos e ninguém faz nada. Brasil, um país de TOLOS.
Os leitores so blog devem conhecer minha seção chamada Charles de Gaulle, em homenagem ao general francês que, reza a lenda, uma vez disse que o Brasil não é um país sério.

Eu abrangi a estendi da sentença e digo que o Brasil não era na época do saudoso de Gaulle, não é e nunca será um país sério.
Para o possível roubo da apuração do carnaval, há espírito coletivo, há luta, há revolta. Para as mazelas diárias que assolam o país, não... se somarmos todas, dá para dividir o Brasil e 100 milhões de duplas e cada uma resolver um problema, mas quanto a isso, ninguém quebra, ninguém cobra, ninguém se revolta. Não há união tampouco coletividade, só há Lei de Gérson. Enquanto isso não mudar, o Brasil nunca será um país sério.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.