sábado, 5 de maio de 2012

Citação randômica (ou não)

"(...)  Fique atento a tudo o que a pessoa que lhe chama a atenção disser: leia as entrelinhas de todas as suas decisões, analise cada palavra, letra por letra, interprete seus gestos, elabore teorias e deduza conclusões arriscadas; se possível, partilhe-as com alguém de confiança, uma pessoa que você possa atormentar com a sua obsessão platônica. Finja um encontro casual com a pessoa amada, a fim de conseguir novas pistas para alimentar as suas ânsias detetivescas e recomece tudo de novo e de novo. Mas, principalmente, não pergunte diretamente o que ela pensa, ou a emoção da busca acabará por se chocar com a realidade (a de que ele/ela sequer está interessado/a em você."

TORRE, Toni de la. Dr. House. Um Guia para a vida. São Paulo: Lua de Papel, 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.