segunda-feira, 11 de março de 2013

Stephen Hicks e a tática dos discursos contraditórios do pós-modernismo

Por André,

Mais uma crítica potente dirigida à maior broma intelectual de nossa época, o pós-modernismo e seu relativismo radical:

- Por um lado, toda verdade é relativa; por outro, o pós-modernismo a descreve tal como realmente é.

- por um lado, todas as culturas merecem igual respeito, por outro, a cultura ocidental é exclusivamente destru
tiva e má.

 
- os valores são subjetivos - mas sexismo e racismo são realmente um mal.

- A tecnologia é má e destrutiva - mas é injusto que alguns povos tenham mais tecnologia que outros.

- A tolerância é boa e a dominação é má - ms quando os pós-modernistas chegam ao poder, a correção política se instala.

HICKS, Stephen. Explicando o pós-modernismo. Rio de Janeiro: ed. Callis, p. 216.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.