segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Aventa-se a possiblidade das supostas armas químicas da Síria serem aquelas vistas pelo governo Bush, se for, mundo irá se desculpar?


- A Síria e o Iraque são vizinhos, dividem 600km de fronteira.

- Bashar al-Assad, presidente da Síria desde 2000, é do partido Baath, o partido socialista islâmico, o mesmo do companheiro Saddam Hussein. O PT, é bom lembrar, tinha um acordo com esses bastiões da democracia: http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u301602.shtml

- Quando da invasão do Iraque em 2003, as armas fotografadas por satélites militares não foram encontradas. Havia uma corrente entre analistas militares que defendia terem sido enviadas para a Síria com a ajuda da Rússia.

- Não há mais dúvidas que o governo sírio está usando armas químicas com as mesmas características das que foram procuradas no Iraque em 2003.

- Alguns analistas já admitem a possibilidade de que as armas usadas pelo governo sírio sejam as mesmas de Saddam.

- O governo Obama cogita invadir a Síria sem autorização da ONU e em busca do mesmo tipo de arma que o governo anterior buscou no Iraque há 10 anos. Mas é claro que estão dizendo que agora é diferente.

- Nada foi comprovado ainda, mas se for verdade que as armas existiam e foram mesmo enviadas para o governo sírio, o mundo vai pedir desculpas a George W. Bush?
A conferir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.