domingo, 4 de agosto de 2013

John Stuart Mill sobre Economia política

Por André,




"As mesmas pessoas que menosprezam a Lógica, de um modo geral, também advertirão o leitor contra a Economia Política. Ela é insensível, dirão. Reconhece fatos desagradáveis. De minha parte, a coisa mais insensível que conheço diz respeito à lei da gravidade: quebra o pescoço da pessoa mais bondosa e amável, sem o menor escrúpulo, caso essa pessoa esqueça, por um momento sequer, de lhe dar a devida atenção. Os ventos e as ondas também são bastante insensíveis. Você aconselharia aqueles que saem ao mar a negar a existência dos ventos e das ondas - ou a fazer uso deles, e encontrar os meios de se proteger contra os perigos deles decorrentes? Meu conselho é que você estude os grandes autores da Economia Política, e se apegue firmemente a qualquer que seja a parcela de seus escritos que considere verdadeiro; e que tenha a convicção de que, se você não é egoísta ou desumano antes disso, não será a Economia Política que fará com que você passe a sê-lo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.