terça-feira, 27 de agosto de 2013

"Melhor" argumento contra Mitt Romney: "ele é rico"

Por André,

Revendo alguns debates, vídeos humorísticos e outros momentos da campanha presidencial dos EUA, um fato curiosíssimo me chamou a atenção: uma das principais acusações que recaíam sobre o candidato republicano Mitt Romney é que ele é rico. O que levou à reflexão: o quão capitalista é nossa cultura, quando a melhor "acusação" (desde quando ser rico é automaticamente uma acusação? Desde quando é algo automaticamente negativo?) contra um político é o fato dele ser rico? Adicione isso ao "argumento" ter sido utilizado no país, teoricamente, mais capitalista do planeta.

Mitt Romney foi governador de Massachusetts, propôs quando governador um projeto de saúde semelhante ao ObamaCare (o SUS do Obama) - que chegou a ser chamado de RomneyCare, tem um cabelo incrivelmente "exótico" e provavelmente muitas outras características para serem alvo de escárnio humorístico ou crítica política, porém, a opção geral foi pela sua riqueza.

Ademais, Mitt Romney só não conseguiu ser pior que John McCain como candidato republicano, como foi possível não acharem outros defeitos para o mórmon?

Vejamos dois exemplos. Primeiro, o vídeo humorístico "batalha dos RAPs":


Colocam as seguintes falas no personagem de Romney:

"não vou deixar essa batalha ser ditada por fatos. Sou rico"

"me chame de empresário perverso (vicious businessman)"

O personagem de Obama acusa Romney de "odiar" gays (esquerda é esquerda em qualquer canto do globo, pra eles só existem dois tipos de pessoa no mundo: as que 'amam' os gays e as que os 'odeiam') e o acusa de "ser rico" (!!!)

Quando Lincoln aparece, faz uma declaração de amor a Obama, dizendo que "quer gostar dele" e diz para Romney, "isto é um país, não uma empresa". (em que alguém formado em direito, Obama, tem alguma vantagem imediata sobre um empresário?).

Agora o vídeo "Mitt Romney Style":


Aqui, o personagem de Romney joga dinheiro pro alto o tempo todo.

"Comprei uma mansão para cada um dos meus doze filhos"

"(...) lucros, investimentos, este é o Mitt".

"Você deve me eleger porque tenho muito dinheiro"

Quando o vice de Romney - Paul Ryan - aparece no final do vídeo, ele ri e afirma que vai "cortar os serviços sociais e deixar os 'losers' sem nada"

"tenho grandes quantidades em contas na Suíça"

Pois é, meus caros, quando ninguém consegue achar um defeito, para um político que pode ser considerado experiente, maior que ser um empresário de sucesso, na nação mais rica, livre e desenvolvida do mundo, é porque realmente há algo errado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.