segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Dicas de estudo dadas por Olavo de Carvalho à professora Ana Caroline Campagnolo

Por André,

Em 2004 um jovem estava sem rumo. Mandou então um e-mail para o filósofo Olavo de Carvalho pedindo-lhe dicas. E o e-mail que ele enviou em resposta é um verdadeiro guia de honestidade intelectual:

Prezado amigo, De louco para louco, vamos direto ao assunto: Não adianta estudar muito. Aristóteles dizia que a inteligência deve ser exercitada com moderação e constância. O truque é:

1 - Estudar todo dia um pouco.

2 - Não estudar nada sem um interesse total e absorvente.
 
3 - Ler devagar, com lápis na mão, e não deixar passar uma palavra desconhecida, uma frase malcompreendida.

4 - Ler somente os livros essenciais de cada área, sem perder tempo com obras de interesse periférico.

5 - Domine pelo menos três idiomas (ler e escrever -- conversação é para turista).Quanto a seleção de livros, estes são indispensáveis e, por eles, você chegará aos outros:

1 - Otto Maria Carpeaux, História da Literatura Ocidental (leia pela ordem, anotando cada autor importante citado e fazendo a lista dos livros que vai ler pelos próximos dez anos).

2 - Frederick Copleston, A History of Philosophy (idem)

3 - Eric Voegelin, Autobiographical Reflections (idem)

4 - Georges Gusgorf, Introduction aux Sciences Humaines.

5 - Seyyed Hossein Nasr, Knowledge and the Sacred.

6 - Max Friedländer, On Art and Connoiseurship.

7 - Pitirim A. Sorokin, Novas Teorias Sociológicas.

8 - Leo Strauss and Joseph Cropsey, History of Political Philosophy.

9 - Otto Maria Carpeaux, Uma nova história da Música.

Os estrangeiros talvez você encontre pelo site www.bookfinder.com. Estou-lhe enviando em arquivo anexo um manual da vida intelectual (A vida intelectual, A. D.Sertillanges). Leia e pratique. Se isso não der certo, nada mais poderá dar.

Um abração do Olavo de Carvalho

8 comentários:

  1. O professor Olavo de Carvalho salvou a minha vida.

    ResponderExcluir
  2. Tenho uma dúvida. Como faço para saber quais são os autores importantes na história da literatura do Carpeaux? Haja vista que ele cita milhares de títulos e autores. É um negócio de enlouquecer.

    ResponderExcluir
  3. Tenho uma dúvida. Como faço para saber quais são os autores importantes na história da literatura do Carpeaux? Haja vista que ele cita milhares de títulos e autores. É um negócio de enlouquecer.

    ResponderExcluir
  4. Prof. Olavo havia dito para prestarmos mais atenção àquelas que Carpeaux dedica mais escrevendo, porque estas são as mais importantes e as que tiveram mais influência no pensamento ocidental.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eu vivia a vida de um desenganado intercontinental, preso entre 2 mundos, uma cela com dois lados, dois cadeados e ninguém para explicar nada, mas, com a ajuda do professor, descobri que dava para sair pela tampa do boeiro que ficava no teto....

    ResponderExcluir
  7. André, teu blog sempre me salvando <3

    ResponderExcluir
  8. Obrigado pelo post, muito útil. O livro do Georges Gusgorf, só há edição em francês? Muito Obrigado

    ResponderExcluir

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.