quarta-feira, 26 de março de 2014

Compilação: discursos e frases progressistas versus discursos e frases conservadoras

Por André,

A revista Exame compilou 15 frases - ou melhor, pérolas - do presidente da Venezuela Nicolás Maduro, que você confere no link abaixo:

http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/15-frases-absurdas-e-hilarias-de-nicolas-maduro#1

Os caudilhos latino-americanos são experts em pérolas em seus discursos e aparições públicas:

Chavez, incapaz de respeitar o direito à palavra dos outros, ouve um enérgico "por que no te callas?" do Rei Juan (épico, levou pito até de seu camarada socialista Zapatero por chamar Aznar de fascista):


O mesmo e ilustre Chavez atribui a inexistência de vida e água em Marte ao capitalismo:



A Lua é socialista:


Como em coisa ruim o Brasil nunca fica atrás...

Lula discorrendo sobre Freud e o formato da terra:


Fernando Haddad ensina seus alunos a preencher o 'cabeçário':


Para Lula, gaúchos são 'viados':


Lula bebaço (ou coisa pior) em discurso na África:




Dilma e sua leitura de cabeceira super interessante:


O dia das crianças também é o dia da mãe, do pai, das professoras e dos animais. Atrás de toda grande criança há um cachorro (e não pensem que isso é uma exceção, visitem a página Dilmês):



10 frases de Dilma que caberá a posteridade investigar e descobrir o significado:

http://www.buzzfeed.com/rafaelcapanema/frases-da-dilma-que-estamos-tentando-entender-ate-agora

Gilberto Gil discursando:



Chega né, gente? Vamos comparar um pouquinho:

Thatcher discursando na Casa Branca em 1979:


Para não dizer que se trata apenas de discursos prontos, fechadinhos e feito por outras pessoas (como são os discursos oficiais de Lula ), olha o que a mulher fez no meio da rua:



Ou debatendo com dezenas de homens ao mesmo tempo:


Reagan levando uma multidão ao êxtase pedindo que o Muro de Berlim fosse derrubado:


Winston Churchill em um de seus famosos e memoráveis discursos:


Não tenho na memória recordação de um discurso equivalente aos acima proferido por um brasileiro, mas podemos nos orgulhar e muito de um de nossos monarcas, D. Pedro II, cuja presença foi apreciada pelo próprio Nietzsche.

Dom Pedro podia falar e escrever não somente em português, mas também em latim, francês, alemão, inglês, italiano, espanhol, grego, árabe, hebraico, sânscrito, chinês, provençal e tupi. Mas quem liga para essas coisas, não é pessoal? Em sua adolescência, o presidente Lula praticou zoofilia com cabritas e, dizem as más línguas, tentou até estuprar um menino em seus tempos de prisão. O que é isso perto de falar 14 idiomas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.