quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Todas as religiões ensinam o bem?

Por André,


Sam Harris tem posicionamento bastante interessante quanto ao assunto Islã e bastante honesto, considerando que, como ateu, tem motivos para simplesmente jogar todas as religiões no mesmo saco e descartá-las.

Em vídeo que linko a seguir, Harris chama a atenção para o fato que nem todas as religiões pregam o bem e, se pregam, nem sempre da maneira adequada. O Islã é uma delas. Temos dois discursos: o cômodo e o realista. O cômodo diz que o Islã é uma religião que prega a paz como todas as demais, com uma minoria violenta. O realista ousa cometer o pecado de estabelecer diferenças entre religiões. O fato é que nem cristianismo ou budismo ou judaísmo, por exemplo, possuem homens bombas. E isso não pode ser por acaso.


Harris também chama a atenção para outro fato real e desagradável: o fundamentalismo islâmico NÃO é resultado das políticas externas norte-americanas. A realidade que ninguém se dispõe a dizer é que o problema do fundamentalismo islâmico é menos o fundamentalismo e mais o Islã. E mesmo a larga parcela pacífica de muçulmanos, não persegue hereges, gays, apostatas e ateus A DESPEITO das recomendações do Corão e das hadiths e não graças a eles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.