quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Polônia é sucesso econômico dos últimos 25 anos graças ao livre mercado. Enquanto isso, na Banânia somos obrigados a discutir com quem acredita em comunismo

Por InfoMoney,

Já escrevi sobre minha profunda irritação com o debate público brasileiro, onde nos encontramos pelo menos 70 anos atrasados, discutindo a legitimidade do lucro e a malvadeza dos empresários. Em suma: discutindo a viabilidade das propostas econômicas centrais do marxismo.

Nem mesmo filósofos que se consideram herdeiros intelectuais de Marx se encontram nessa masturbação coletiva eterna, já admitiram que o livre mercado é a melhor coisa inventada até hoje para proporcionar a criação de riqueza, o desenvolvimento e a distribuição de renda.

Se a declaração de filósofos não é suficiente, temos um relato bastante superior: o da realidade. A Polônia é a sensação econômica dos últimos 25 anos (ouviu falar da crise de 2008 na Polônia? Eu também não!), superando indústrias atrasadas da época soviética, privatizando indústrias e liberalizando os mercados. A realidade manda outro gigante dedo do meio para os jurássicos comunistas brasileiros.

A tradução do artigo sobre a Polônia pode ser lido clicando no hyperlink grafado com "InfoMoney", logo acima. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.