sábado, 7 de fevereiro de 2015

Islamismo: uma religião expansionista, imperialista e política

Por André,


As Cruzadas são um fato histórico corriqueiro nas discussões pseudo-intelectuais da internet. Porém, embora as mesmas sejam um episódio controverso da história do cristianismo, são mera fichinha quando comparadas às conquistas e tentativas de dominação de ordem islâmica. O implante de um califado universal, ou seja, de um poder político que é islâmico e só tolera o islamismo é corolário das ideias deixadas por Maomé. O islamismo é uma religião da espada.

As Cruzadas se deram em resposta ao expansionismo muçulmano, em retaliação ao mesmo. Caso não tivessem ocorrido, talvez a Europa tivesse sido dominada por muçulmanos e todos nós estaríamos rezando em direção à Meca 5 vezes por dia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.