terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Debate entre George Galloway e Christopher Hitchens sobre a guerra do Iraque

Por André,


Sei que pode parecer reciclagem de coisa velha falar sobre esse debate agora, mas um lunático do porte de Galloway segue sendo membro do parlamento britânico e aparece constantemente em emissoras como a BBC, com sua retórica pomposa, porém vazia.

A segunda parte da defesa de Hitchens da guerra no Iraque é impagável.

Galloway é famoso por ser contra o "sionismo" mas jamais antissemita (e obviamente acreditamos nisso). Durante debate em Oxford em 2012, simplesmente se levantou e saiu quando descobriu que seu oponente era israelense. Também em Oxford fez uma defesa feroz da ultrademocrática Venezuela de Hugo Chavez, o que é muito interessante com sabendo dos fatos que sabemos hoje: prefeito de Caracas preso, Leopoldo Lopez preso, ativistas e manifestantes presos e torturados... é pra deixar qualquer Galloway e sua retórica vazia, Igor Fuser ou Lula com a cara no chão.

No final o debate descamba para a ofensa pessoal, mas as partes iniciais são interessantes. Infelizmente Hitchens já morreu, mas Galloway segue na ativa e levando suas bobagens e delírios esquerdistas para muita gente.

Douglas Murray, à época, escreveu uma resenha do debate.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.