domingo, 22 de maio de 2016

A suspeita figura de Glenn Greenwald

Por André,

A esquerda histérica que jura de pé junto que odeia o imperialismo ianque e tudo que é (sic) estadunidense, que diz que é síndrome de vira-lata aceitar críticas estrangeiras sobre o Brasil, que vive na eterna esquizofrenia de aceitar ou rejeitar o que sai na The Economist está com a calcinha molhada com os vídeos da figura "jornalística" de Glenn Greenwald, o sujeito que informou o mundo sobre o suspeitíssimo Edward Snowden.

Greenwald é um extremo-esquerdista homossexual e judeu casado com um militante do PSOL e coube a ele denunciar na CNN o "golpe" neoliberal (risos) em curso no Brasil. A despeito de suas escolhas pessoais, Greenwald é um famigerado defensor do Irã (!!) e colocou os ataques à revista Charlie Hebdo na conta dos cartunistas.

Nesse vídeo Sam Harris expõe toda a hipocrisia de Greenwald com crueza, demonstra a fraude jornalística que ele é e como ele não deve ser acreditado em absolutamente nada porque é um farsante desonesto.

O petismo global não poderia ter melhor representante.

Um comentário:

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.