quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Olavo de Carvalho debate a questão do globalismo com Paulo Roberto de Almeida

Por André,




ACREÇO COMENTÁRIO REDIGIDO POR MIM NO FACEBOOK EM 06/01:

Até agora eu tô meio perdido com a "argumentação" do Paulo Roberto de Almeida contra o Olavo na entrevista para o Brasil Paralelo. 
Para ele não há globalismo porque o globalismo é materialmente impossível de ser estabelecido. 
Ora, além do que fora apontado pelo professor Olavo de Carvalho, de que do fato da economia planificada do socialismo ser impossível nunca decorreu que seus proponentes abandonassem a tentativa de realizá-la, eu fico pensando, certas áreas de pesquisa simplesmente não partem justamente do princípio de que seu objetivo final é impossível?
Pra pegar um exemplo de ciência dura: viajar no espaço a longas distâncias é uma possibilidade bastante remota, viajar no espaço à velocidade da luz, por exemplo, é virtualmente impossível pelo que sabemos de ciência hoje. Disso decorre que a pesquisa de exploração espacial é infundada? Não! Disso decorre que nada de concreto até hoje veio das pesquisas realizadas nesse campo? Também não! 
O que é impossível hoje pode ser possível amanhã e isso nunca impediu que uns pares de pessoas tentassem (e eventualmente alcançassem ou não). E mesmo que a coisa prossiga impossível, nada impede que seus arquitetos pavimentem o caminho para a realização do fato impossível. 
Logo, a impossibilidade de realização do "telos" do globalismo não pode jamais configurar como prova de sua INEXISTÊNCIA. O Paulo confunde lógica com ontologia e sempre é custoso acreditar que algo tão simples seja mero erro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seja polido;

2. Preze pela ortografia e gramática da sua língua-mãe.